Parte 01: Propensão.

Hoje a prática começou sem o Si Fu as cinco e meia da manhã com as listagens e ele chegou às seis para coordenar as atividades, trazendo suas próprias perspectivas sobre a exploração do Nível Superior Medial. Aprofundamos mais nas questões de como exolorar a natureza desse domínio explorar e se aproveitar das propensões adversas e favoráveis com a mesma qualidade, sem nos vitimarmos das  circunstâncias independente de suas tendências. O grande desafio para mim sempre foi extrapolar essas habilidades para a minha própria vida. E não conheço cenário melhor que a Vida Kung Fu para isso.

Parte 02: O nono  tripulante.

Após isso voltamos ao trabalho de reforma da casa, com a advertência do Si Fu de darmos celeridade às entregas para não ficarmos presos apenas nesse processo, e incorrermos no risco de empobrecer a diversidade de experiências despotencializamos a natureza do uso da reforma como  dispositivo.

Parte 03: Parede indigesta.

Na parte da tarde mais uma vez Mayara deu um toque de requinte ao almoço doméstico da comitiva preparando pratos saborosos e diversificados. Porém após o almoço, me propus entregar algumas etapas da obra em razão da sugestão do Si Fu, porém mesmo fazendo a remontagem das prateleiras de vinho da sala, com o maior esmero o último parafuso da última parteira cismou de frustrar minha pretensão de liberar essa parte que me coube. Me dando a oportunidade de trabalhar essa frustração sem me permitir abater pela propensão de ficar chateado com isso.

Parte 04: Lavando a alma.

Enquanto tentava resolver a questão mencionada acima, Si Fu solicitou pararmos os serviços para irmos para um dos compromissos mais aguardados por mim nos últimos nove meses desde da última Imersão, onde estivemos em Siesta Beach, e não aproveitei para dar um mergulho. Praticamos bastante da arei8a rica em quartzo, que a torna firme e confortável de caminhar. Após a prática corri para mar para dar o mergulho que estava entalado nas minhas memórias e na aprazível água quente da costa do golfo, além de uma divertida prática de Chi Sau com meu irmão Kung Fu Antunes, descarreguei toda tensão nadando relaxadamente na água salada do mar, sem perder o foco e atenção no restante da comitiva que ficou em terra.

Parte 05: Preparação especial.

No retorno da praia, com as energias renovadas, o Si Fu sugeriu fazermos um churrasco amanhã. Passamos num mercado latino e compramos tudo para um típico churrasco brasileiro que pelo nível de preparação das sugestões de todos, vai dar inveja nos vizinhos do Si Fu quando o carvão acender. 

Fecho esse dia especial com a sensação que mesmo nos aproximando da metade do tempo de Imersão de atividades trabalhosas e cansativas, minha energia e disposição tende cada dia aumentar. Eu poderia chamar isso de magia, mas gosto de compreender que esse tipo de percepção me reforça os benefícios de estar em sintonia com a real dimensão Kung Fu.